Preço Voluntário para o Pequeno Consumidor (PVPC)

A partir de 1 de abril de 2014, os pequenos consumidores (com potência inferior a 10 kW) podem continuar no mercado regulado com o novo sistema para a fixação do Preço Voluntário para o Pequeno Consumidor (PVPC), sem necessidade de realizar qualquer tipo de diligência da sua parte.

Este novo sistema para a formação do preço ao consumidor tem em conta o custo de produção da energia elétrica, as portagens e os respetivos custos de comercialização.

O custo de produção de energia elétrica é determinado com base no preço horário dos mercados diário e intradiário geridos pela OMIE durante o período a que corresponda a faturação. Adicionalmente, este custo incorporará outros processos de gestão técnica do Operador do Sistema.

Neste contexto, e para efeitos informativos, apresentam-se de seguida os preços do mercado diário e intradiário, assim como o volume de energia negociada.

Nomeadamente, de acordo com o regulamento que estabelece a metodologia de cálculo do PVPC, os resultados do mercado diário e da primeira sessão do mercado intradiário são utilizados para calcular o denominado Preço Médio Horário (PMh), que não incorpora nenhum outro custo nem os prejuízos.

Para mais informações pode consultar a secção Resultados do Mercado - Âmbito Diário – Preço final médio – Preço médio horário para efeitos de cálculo do PVPC.